Novembro Azul

O que é Iridologia Contemporânea - Microsemiótica Irídea

A Iridologia Contemporânea (Microsemiótica Iridea) é uma ciência que permite criar um leque fantástico para o crescimento e conhecimento do ser humano, além de nos possibilita mostrar e descobrir várias características de uma pessoa:

  • Polaridades dominantes (hemisfério cerebral direito ou esquerdo).
  • Sinestésico, auditivo ou visual.
  • Introversão ou extroversão.
  • Possibilita conhecer a si mesmo e ao outro.
  • Tendências e características profissionais.
  • Reconhecimento e localização de traumas, ansiedade, síndromes.
  • Padrões de relacionamentos entre casais: padrão dos complementos, padrão dos corações solitários, padrão dos semelhantes, padrão do amor e ódio e padrão de mudança.
Iridologia

A íris é, talvez, o microssistema mais perfeito que existe, no sentido de dar conhecer a constituição geral, bem como, os "órgãos de choque" do indivíduo, estas informações permitem ao Microseometista irideo um leque de opções para conservar a saúde, seja prevenindo, seja mantendo esta que é o maior atributo do ser humano.

A detecção dos órgãos de choque permite a indicação formal de quais tratamentos o organismo esteja necessitando, com critérios especificidade como nenhum outro método permite realizar.

A Microsemiótica Íridea não tem como objetivo dar nome às patologias e sim após a análise da íris elaborar um programa de desintoxicação e reconstrução do organismo, que é a base do tratamento e que tem por finalidade de conscientizar e melhorar as carências nutricionais do cliente, melhorando, desta forma, sua qualidade de vida.

Um novo campo da consciência se abre através do conhecimento revelado pela íris dos olhos. Através das informações fornecidas pela íris podemos descobrir como nosso cliente pensa e age, além de ir nas emoções mais escondidas e dialogar sobre sua vida até esse momento.

A Microsemiótica Iridea nos apresenta as características inerentes a cada íris humana, com seus registros desde o processo de fecundação até cada passo de nossa existência. Muitas vezes, são acontecimentos ocorridos em nossa trajetória existencial que desencadeiam patologias, brandas ou severas, que se tornam barreiras ao nosso bem viver.

A análise do tecido irídeo, através da Microsemiótica Iridea, revela a memória traumática (AGER – AGEGATE EMOTIONAL RELEASE) em forma de “frame” (imagem mental), com os respectivos elementos presentes. Através da avaliação é possível trabalhar crenças limitantes referentes a si mesmo, sensações de abandono e impotência, imagens agressivas e incontroláveis, acompanhadas de grande sofrimento, compulsões. Esses são alguns dos ingredientes que compõem a memória traumática. As memórias, segundo pesquisas, são processadas durante o sono REM, na fase onírica.

Machado (1993) esclarece sobre as influências do sistema límbico na memória e elucida dados importantes sobre a ação dos estímulos na explanação sobre conexões aferentes. É do senso comum que as pessoas podem se emocionar pela simples recordação de episódios passados armazenados na memória. Mais frequentemente, entretanto, as emoções são desencadeadas pela entrada no sistema nervoso central, visto na pupila, de determinadas informações sensoriais.

Assim, por exemplo, informações visuais, auditivas, somoestésicas ou olfativas, que sinalizem perigo, podem despertar o medo quando se está em desequilíbrio. Há evidência de que todas essas informações sensoriais têm acesso ao sistema límbico, embora nunca diretamente, mas de forma ramificada.

A função mais conhecida do sistema límbico é a regulação e equilíbrio do sistema nervoso autônomo, visualizado na Microsemiótica Irídea através da Banda do Sistema Nervoso Autônomo (B.S.N. A.) e os processos motivacionais essenciais à sobrevivência da espécie e do indivíduo, como fome, sede e sexo.

O fato é que as mesmas áreas encefálicas que regulam o comportamento emocional, também regulam o sistema nervoso autônomo (B.S.N.A.). Torna-se mais significativo ao considerarmos que as emoções se expressam, em grande parte, através de manifestações viscerais (por exemplo: o choro nos humanos, aumento de salivação e eriçar de pelos em gatos com raiva), sendo geralmente acompanhadas de alterações da pressão arterial, do ritmo cardíaco ou do ritmo respiratório.

Estas alterações somáticas, juntamente com as funções irídeas, representam as verdadeiras ações que unem nossos trabalhos, não só nas questões de traumas declarados (traumas conscientes causados por acontecimentos fora do nosso controle) como também age sobre os sistemas físicos, equilibrando as somatizações e os fenômenos psicofísicos em geral.

Parte significativa dos distúrbios patológicos e psicológicos com que nos deparamos todos os dias na prática clínica – depressão, ansiedade, desordens na alimentação e suas consequências, alcoolismo, consumo de drogas – possui sua origem em eventos traumáticos.

A Microsemiótica Irídea, diferente da Iridologia tradicional, consiste em estudar os microssinais irideos em tempo real, trabalhando principalmente as questões que envolvem a psique humana. Realiza uma avaliação minuciosa da B.S.N.A, podendo ser verificados os momentos da na vida da pessoa em que ocorreram traumas emocionais do período pós natal e até mesmo do período pré natal. Através de sinais específicos é possível verificar a data do fato e adequar a fala do terapeuta para melhor comunicação com seu interagente.

Nesta avaliação, ainda é verificada as potencialidades que muitas vezes o paciente não conhece, encontrando as principais energias que influenciam o homem (por exemplo: energia familiar, energia do prazer, energia cósmica...). Através do eneagrama, outra ferramenta fantástica da Microsemiótica, conseguimos trabalhar as compulsões do paciente, posicionando-o melhor em sua área de atuação profissional.

O importante é entender que através da Microsemiótica Irídea compreendemos que um distúrbio de um nível pode ser simplesmente do mesmo nível, sem dizer respeito aos demais. Ou então, se existir laços informativos entre um nível e outro, para melhorar a situação física, emocional ou espiritual, nós devemos agir contemporaneamente sobre os níveis comprometidos.

A Microsemiótica Irídea, Medicina do Quando, executa a tarefa de facilitar a libertação e reinterpretação do trauma emocional por estimulação direta dos pontos da coluna vertebral ( Idade - Tape ) com a aplicação da terapia flor de íris (AGER = Reflexologia Antitraumatica) para parar o mecanismo entrópico que leva à doença.

Conheça nossos Livros Digitais (eBooks) sobre Iridologia - Microsemiótica Irídea

Compre com facilidade nossos Livros Digitais (eBooks) em formato PDF ou ePub. Os arquivos serão disponibilizados imediatamente após a confirmação do seu pagamento e você poderá ler o eBook no seu computador, tablet ou smartphone.

Microsemiótica Iridea - Revelando os Segredos da Íris

Nossos olhos são janelas da alma que refletem histórias de vida e potencialidades por vezes despercebidas.

R$ 89,90

Comprar

  • Dr. Clodoaldo Pacheco
  • PDF e ePub

Microsemiótica Irídea Flor de Íris e Síndromes de Ansiedade

Microsemiótica Irídea Flor de Íris e Ansiedade. Sintomas Físicos e Psíquicos.

R$ 38,40

Comprar

  • Renar Pacheco
  • PDF e ePub

Iridologia e Sistema Glandular

Reconhecimento e localização precisa e objetiva do sistema glandular através do tecido irídio.

R$ 48,70

Comprar

  • Dr. Clodoaldo Pacheco
  • PDF

Iridologia e o Magnífico Cérebro Humano

O sistema mais extraordinário da iridologia e, sem dúvida, o mais controverso pela importância de suas funções.

R$ 45,20

Comprar

  • Dr. Bernard Jensen
    Tradução: Dr. Clodoaldo Pacheco
  • PDF